header image

Nosso Blog

Próximo Evento

ALIMENTOS PODEM SER EXCELENTES ANTIINFLAMATÓRIOS !

ALIMENTOS PODEM SER EXCELENTES ANTIINFLAMATÓRIOS !

Febres, dores crônicas, inchaços, mal-estar. Todos esses sintomas desagradáveis podem ser a consequência direta de um processo de inflamação em qualquer parte do corpo. A inflamação começa com o aumento do fluxo de sangue, que circula carregado de células do sistema imunológico para combater o processo. Essas células produzem substâncias pró-inflamatórias  ( que intensificam o processo de inflamação)e ainda sinalizam no organismo a necessidade de se ter mais células para combater a inflamação.

O problema começa a ficar mais grave quando esta inflamação não passa e começa a ser permanente. Neste quadro os alimentos surgem como poderosos combatentes nestas inflamações, pois ocorre que neste processo inflamatório a liberação de substâncias pró inflamatórias só tendem a piorar o processo e são os nutrientes (vitaminas, minerais) que conseguem combatê-las e eliminá-las.

Alterações no nosso organismo começam a ocorrer por vários caminhos, alterações na função do pâncreas, no tecido de gorduras e estresse oxidativo, processo relacionado ao envelhecimento precoce, entre outros danos.

Nesse cenário, as gorduras, açúcares e industrializados aparecem como vilões. Esses elementos são chamados pró -inflamatórios, porque são capazes de estimular a expressão de genes que agravam a doença, desequilibrando ainda mais o organismo.

Entre os alimentos que mais combatem as inflamações estão o chá-verde, o alho, a aveia, a cebola, as frutas e hortaliças e a soja. Também não se pode esquecer Entre os alimentos com maior ação anti-inflamatória destacam-se os ácidos graxos ômega-3, encontrados na semente de linhaça, no azeite de oliva extravirgem e nos peixes das águas frias (sardinha,atum, arenque).

Os chamados compostos bioativos com ação benéfica variam de um alimento para outro. Para se ter uma ideia, no caso das frutas e hortaliças a quercetina é uma das substâncias mais poderosas, no que diz respeito ao combate à inflamação. Já no tomate, na goiaba e na melancia, é o licopeno o principal agente que atua como protetor da saúde.

 DIVERTICULITE: dieta rica em fibras (frutas, verduras e legumes) e na ingestão de líquidos, que melhoram o trânsito intestinal, auxiliando na diminuição da pressão interna do órgão, aliviando os sintomas da inflamação. Evite o excesso de carboidratos simples e de gorduras, encontrados nos pães e massas à base de farinha branca, nos doces industrializados em geral, nos refrigerantes e nas frituras.

 GASTRITE: as fibras solúveis (a aveia, a soja, a lentilha e o feijão) e alimentos fontes de vitamina A (gema de ovo, a sardinha, o fígado, a cenoura) podem diminuir em até 54% os riscos de desenvolvimento de gastrite.Evite: alimentos ricos em gorduras saturadas e ácidos graxos trans (cortes gordos de carne, queijos amarelos, biscoitos e bolos industrializados), agridem a mucosa e elevam o estresse oxidativo e prejudicam a melhora da inflamação. Refrigerantes e café, também estimulam a secreção de ácido clorídrico, que agrava o quadro da inflamação, diminuindo o pH estomacal e favorecendo a instalação da bactéria H. pilory, principal causa da gastrite.Refrigerantes e café, também estimulam a secreção de ácido clorídrico, que agrava o quadro da inflamação.

DERMATITE : para tratar aposte nos ácidos graxos poli-insaturados ômega-3 encontrados na linhaça, eles diminuem a ação de agentes inflamatórios importantes no aparecimento e na evolução das inflamações da pele. Os probióticos (iogurtes) também pode reduzir a ocorrência de dermatite em pacientes com alergia a leite de vaca. Evite gorduras saturadas e açúcares são os principais agravadores desse processo inflamatório.

ARTRITE:  aposte em alimentos ricos em ômega-3 como os peixes de água fria e a linhaça.”O magnésio, presente nos vegetais verde-escuros, nas amêndoas e no arroz integral, também é um importante aliado na dor. Ele funciona como um relaxante muscular natural.Evite: o ideal é evitar o consumo de gorduras, açúcares e farinhas refinadas.

Compartilhe isso:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *