header image

Nosso Blog

Próximo Evento

Rosh Hashaná [Ano Novo Judaico]

Rosh Hashaná é um termo hebraico que literalmente significa  “ cabeça do ano”, e é um nome dado ao Novo Ano pelo calendário judaico. Este ano terá o seu início em 28 de setembro. Começará a entrada de 5773 anos desde a criação do primeiro homem, conhecida por judeus e cristãos de nome  Adão.

A entrada do novo ano é celebrada com reflexões sobre ações feitas do ano que já passou e um planejamento melhor para o futuro. Além disso, alguns alimentos específicos fazem parte das festividades, destacando o valor simbólico expressando à identidade do grupo judaico.

 Tradicionalmente a noite do Rosh Hashaná começa com o som do shofar, um instrumento de som muito antigo e considerado sagrado, no qual  as pessoas vão à sinagoga rezar e após o culto. As famílias se reúnem a volta da mesa com diversidade de preparações da ocasião. Dentre os alimentos que fazem parte do cenário festivo e seus respectivos significados se destacam:

Maçã: Mergulha uma maçã doce no mel, recita a benção da fruta e pronunciam-se algumas palavras em  hebraico que em português se traduz por “ Possa a Tua vontade renovar para nós um ano bom e doce”.

Chalot: devem ser redondas para serem servidas em Rosh Hashaná, simbolizando a eternidade e continuidade, como um círculo que não tem começo e nem fim. Costuma-se a comer o pão no mel ao em vez do sal habitual, a partir do primeiro dia do novo ano até sétimo dia de Sucot( outra festividade judaica relacionada à colheita);

Mel: pelo sabor doce simbolizado “Pai Misericordioso”, assim este alimento representa a esperança de que a sentença decretada no juízo final será amenizada pela compaixão divina;

 Frutas e alimentos especiais: carnes e vinhos doces são bastante comidos nesta ocasião para ter  um ano farto e doce;

Acelga: talvez pelo sabor amargo seja comido e depois pronunciado a seguinte frase “ Possa a Tua vontade que sejam removidos Teus inimigos e oponentes e todos aqueles que querem o nosso mal”;

Abóbora, manga ou cenoura: a palavra “merm” significa cenoura e também tem significado de ” multipliquem” Por isso, que se come cenoura para que os méritos sejam multiplicados;

Cabeça do carneiro, língua ou peixes com cabeça: costuma a se ingerir esses alimentos simbolizando que o povo judeu deve ser a cabeça e não a cauda;

Ingredientes que devem ser evitados: não se come nada temperado com vinagre neste dia para não ter um ano amargo. Nozes são evitadas, pois se acredita que ele pode causar pigarros, o que pode atrapalhar as orações do dia;

 Alimentação esta  envolta de diversos significados, desde âmbitos culturais até experiências pessoais. Neste texto, pudemos enxergar o quanto da religiosidade está entrelaçado nas comemorações alimentícias do inicio do ano judaico. Portanto, o homem não come alimentos, apenas pensando nele como veiculo de nutrientes, ou seja, muitas vezes comemos simbolismos, expressando a nossa identidade cultural.

Fontes:

Rosh ha Shaná: disponível em http://www.anonovojudaico.org/;

Nutrinews: hoje começa o novo ano judaico. Feliz Rosh Hashaná! Disponível http://www.nutrinews.ws/eventos/268-hoje-comeca-o-ano-novo-judaico-feliz-rosh-hashana

Compartilhe isso:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *