header image

Nosso Blog

Próximo Evento

Alimentação Infantil

A inapetência alimentar em crianças (falta de apetite) pode prejudicar o seu crescimento e desenvolvimento nessa importante fase de sua vida. Pensando nesta dificuldade, segue algumas  informações e dicas para que as mães ou os demais responsáveis pela criança possam contornar esse problema e fazer da refeição um momento de prazer e diversão para toda a família. Entretanto é preciso ressaltar que essas dicas não tiram a importância do acompanhamento nutricional individual que deve ser realizado por um profissional Nutricionista.

1- Comer deve ser sempre um ato de prazer. Procure fazer com que a comida tenha uma boa aparência, de preferência, no início procure montar o prato, de maneira que se apresente colorido e atrativo, mesmo que o colorido fique esquecido no prato. Vale salpicar umas ervinhas secas para decorar, ou um fio de catchup ou mostarda para decorar as bordas do prato (atenção com o uso destes temperos – catchup e mostarda – pois possuem muitos conservantes e sódio (sal), devendo ser utilizados com moderação).

2- Procure variar as receitas que usam verduras e frutas. Existem algumas que são ótimas na hora de seduzir crianças e adolescentes. Bons exemplos são as tortas salgadas com legumes e carne, souflês de legumes, espetinhos que alternam carne com os legumes, bolos de cenoura, bolos de frutas, sucos com frutas e verduras. Revistas, livros e sites podem ajudar.

3-Torne o momento da refeição agradável e leve. Preferencialmente com a família à mesa e principalmente sem cobranças.

4- Boa informação pode ajudar. Alguns artigos, reportagens estão sempre disponíveis em revistas e sites, procure os que possam interessá-lo, ou seja, tenha uma linguagem mais adequada e deixe à mão. E mais uma vez sem cobrança.

Alimentar-se é um ato fundamental à vida. Fazê-lo de forma adequada e prazerosa é um desafio que enfrentamos durante toda a nossa vida, uns com mais facilidade, outros com menos. Conduzir esse momento com leveza e arte pode ajudar no início do interesse por uma alimentação mais saudável, mesmo porque o interesse por uma boa aparência vai aumentar, e relacioná-la à alimentação pode ser uma excelente estratégia.
Lembre-se que cada pequeno passo é importante. Não espere mudanças radicais e imediatas. Cada pequena porção ingerida, ou cada novo alimento aceito é uma evolução. Outras virão.
Paciência, inspiração e exemplo.

Fonte: Nutrição em Foco – http://www.nutricaoemfoco.com.br/pt-br/site.php?secao=corpoemente&pub=5317

Compartilhe isso:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *